Livro didático “Introdução à sociologia”

Comentários a cerca do livro didático “Introdução à sociologia” de Pérsio Santos de Oliveira, editora Atica.

   

   O livro analisado tem um título condizente, na verdade bem óbvio. O autor tem uma formação adequada, mas o fator que chama mais atenção é o ano da primeira edição, 1988, apesar das diversas reedições o livro continua um tanto ultrapassado por conta disso, seus exemplos e linguagem foram pouco modificados em suas edições, o que não costuma ser positivo quando se trata de livros didáticos. Os textos trazem expressões que não são mais utilizados nas ciências sociais, como ao tratar em um capítulo sobre isolamento social aproximando os casos dos “meninos lobos” à “natureza do homem” e faltam “novos” conceitos (o livro não contempla os temas propostos no currículo do Estado de São Paulo, como discussões sobre a história política do Brasil ou formas de governo), o que torna o livro um tanto quanto inadequado para o ensino das ciências socais nos dias de hoje.

    Os principais eixos temáticos são: O que é sociologia?; Relações sociais; Grupos Sociais; Cultura; Trabalho; Instituições Sociais; Mudanças Sociais; Movimentos Sociais; Grandes Pensadores.

     Por outro lado os textos são bem escritos e fazem referência aos temas estudados, no entanto não são atualizados ou tratam de forma adequada aos conceitos e discussões atuais das Ciências Sociais, assim como raramente se aprofundam em conceitos dos “grandes” sociólogos.

    O livro possui ótimas ilustrações que dialogam com o texto e são atualizadas nas edições, possui poucas atividades e normalmente elas possuem o mesmo formato, no entanto são boas atividades que visam estimula o pensamento crítico. Questões de interpretação e discussão são os mais freqüentes, na verdade o único tipo de atividade que o livro coloca.  Há também a sugestão de trabalho com livros e filmes.

    O livro não faz parte do PNLD, porém  a escolha de seu uso seja como referência, seja como livro para a classe é de escolha do professor e dirigentes da escola, ficando aqui apenas alguns comentários.

Anúncios

  1. Ferreira

    Seria muito útil especificar os pontos nos quais o livro comentado se encontra “ultrapassado” (dar exemplos disso seria um bom começo).
    Quais são exatamente as “expressões que não são mais utilizad[a]s nas ciências sociais” e quais são exatamente os “novos conceitos” que faltam ao livro e que o tornam “um tanto quanto inadequado para o ensino das ciências soc[i]ais nos dias de hoje”?
    O que falta para que o livro seja considerado, por você, como “atual” no que se refere às ciências sociais?
    Apesar de fazer alguns poucos elogios ao livro, no geral você parece apresentá-lo negativamente. Isso é uma interpretação correta de sua posição?

  2. thaysezambon

    As modificações pertinentes, assim como a citação de exemplos foram realizadas em atualização do post.
    Quanto à minha posição fica clara no primeiro parágrafo que eu não optaria pela utilização desse livro didático por conter diversas falhas, no entanto essa nem sempre é uma decisão que cabe ao professor. A nós, como professores, cabe extrapolar o que há no livro didático, não sendo esse, a meu ver, uma ferramenta limitante, e sim apenas e tão somente mais um recurso.




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: