Grêmio Estudantil e a prática cidadã

A LDB (Lei de Diretrizes e Bases) instituiu, em 1996, que a escola deve ser um espaço de educação que, dentre outras coisas, vise o exercício da cidadania. A escola é um lugar muito importante para que os jovens possam conhecer formas diversas de se colocar no mundo e desenvolver sua cidadania.

Nesse sentido a organização dos estudantes em grêmios estudantis tem sido incentivada por leis de âmbito federal, estadual e municipal desde o início do processo de redemocratização do Brasil, por ser compreendida a atuação dos estudantes nas decisões e ações da escola, de extrema importância na constituição da consciência cidadã por parte destes. O Grêmio Estudantil é a organização que representa os interesses dos alunos na escola, possibilitando que discutam e criem formas de ação tanto na escola como na própria comunidade em que vivem.

É ele a representação da problematização coletiva e a produção de práticas que questionem as hierarquias e a burocracia no interior da escola, e além disso é uma maneira de fazer presente o sentimento de pertencimento à comunidade escolar por parte dos estudantes, com estes participando dos espaços de decisão.

De acordo com Francisco André Silva Martins “o convívio com opiniões diferentes, a discussão em público nas reuniões, a resolução de problemas e proposição de soluções e até mesmo o exercício do pensar e discutir questões concernentes à escola e aos estudantes, podem aparecer como um terreno potencialmente fértil.” (p.11)

Além disso, há quem defenda que a formação de grêmios estudantis apontam para uma melhora na relação entre os alunos e deles com a escola como um todo, reduzindo práticas como a violência, já que introduz uma outra maneira de resolver conflitos. Pensando nisso, o Instituto Sou da Paz criou a Projeto Grêmio em Forma, que visa a formação de grêmios estudantis no interior das escolas com o intuito de reduzir a violência neste espaço, bem como a consolidação da consciência cidadã por parte dos alunos.

O projeto encontra-se disponível em: http://www.soudapaz.org/Portals/0/Downloads/GUIA.PDF

É possível que retiremos muitas contribuições do projeto, principalmente na formação dos alunos para a construção do grêmio, conscientizando-os de que é direito garantido dos estudantes organizarem-se livremente, o que possibilita que deixem de ficar “a mercê” das decisões da diretoria e do corpo docente acerca das regras da escola, e das atividades que realiza.

De acordo com os cadernos de Sociologia do Ensino Médio do Estado de São Paulo, a disciplina de sociologia deve estimular o estranhamento e a desnaturalização por parte dos alunos, e facilitar a criação da consciência crítica e cidadã. O grêmio, acredito, pode ajudar nesse processo com uma participação mais ativa dos alunos na construção democrática no interior da escola, e portanto no contato com a prática cidadã.

Referência bibliográfica:

MARTINS, Francisco André Silva. Juventude, Grêmio Estudantil e Ação Coletiva: considerações em torno dos movimentos sociais na contemporaneidade. Trabalho apresentado no I Encontro dos Pesquisadores em Educação dos Programas de Pós Graduação em Belo Horizonte – UFMG – PUC-MG – CEFET – UEMG – MESA: Educação e Movimentos Sociais. Disponível em: http://www.fae.ufmg.br/objuventude/upload/acervo/6d6dc46f168d5070792be1cafec96a45.Juventude,%20gremio%20estudantil%20e%20acao%20coletiva%20-%20consideracoes%20em%20torno%20dos%20movimentos%20sociais%20na%20contemporaneid.pdf

Anúncios

  1. Ferreira

    No último parágrafo de seu post, você afirma que cabe ao professor de sociologia, “além de estimular o estranhamento por parte dos alunos, e facilitar a criação da consciência crítica e cidadã, […] apresentar aos alunos possibilidades de mudança, e estimular a prática cidadã”, por exemplo contribuindo para a “formação do grêmio”.

    Cabe perguntar: uma licenciatura em C.Sociais ou Sociologia garante (ou pelo menos deveria garantir) a alguém a competência para fazer tudo isso?




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: