Descrição de uma aula sobre o conceito de mais-valia

     Fernando Xavier Silva   083545

     Dennis  Lucas Gonçalves             072983

    Ministramos essa aula  em março de 2010 em um curso pré-vestibular popular no Parque Oziel. Procuramos demonstrar o conceito de mais-valia a partir de uma aula dinâmica e com extensa participação dos alunos. Falamos nas aulas anteriores da forma como o declínio do feudalismo e o renascimento urbano-comercial fizeram  surgir uma nova classe social, a burguesia mercantil.  Tratamos também da forma como a acumulação de capital desembocaria na Revolução Industrial e como se dariam as novas relações de produção. Resolvemos então tratar nessa aula sobre o conceito de mais-valia.

      Simulamos a construção de um fábrica de camisetas, onde eu seria o gerente de produção e o outro professor  o dono da fabrica.  Os alunos seriam os operários. Perguntamos quanto eles queriam receber em salário. Acertamos os mesmos, o custo da matéria prima, os custos do transporte, o custo de vida do dono da fabrica, etc. Enfim fizemos um cálculo mais ou menos aproximado de tudo que seria gasto na manutenção da fábrica baseados em dados reais, pois uma aluna é costureira há muitos anos. Pronto, com os cálculos feitos e os salários e condições de trabalho combinadas, começamos a trabalhar. Cada aluno retirou várias folhas do seu caderno e as dobraram várias vezes até obter partes de aproximadamente 5 centímetros. Feitas essas dobras os alunos as recortaram. Cada pedaço representaria uma camiseta. Sempre baseados em dados reais, daríamos um prêmio para quem produzisse mais. Um prêmio em dinheiro estabelecido antes do inicio do trabalho. Após vinte minutos paramos a produção. Lembro ainda que eu a fiscalizei o tempo inteiro, chamando a atenção diante de algum erro. Feito tudo isso, contamos quantas camisetas foram produzidas, e verificamos quem ganhou o prêmio. Lembramos do preço de mercado de cada camiseta e calculamos o montante total do lucro  do dono da fábrica, que mesmo pagando viagens aos exterior para seus filhos, faculdades caríssimas, carros , etc, ainda obtinha um lucro suficiente para continuar aumentando a produção e as vendas.

       Os alunos entenderam o conceito e  como se dá a exploração do trabalho pois fizeram muitas relações com suas experiências de trabalho, já que todos são assalariados. Surgiram perguntas, o que é sempre muito bom.

      Essa experiência ilustra a possibilidade dos alunos interagirem com a aula, participando de forma satisfatória da produção de conhecimento.

Anúncios



    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: