Uma reflexão sobre a formação dos professores de sociologia

Resenha do texto: Formação de professores de sociologia: reflexões sobre diferentes modelos formativos

 Com a obrigatoriedade do ensino de sociologia nos três anos do ensino médio fazer uma discussão e reflexão sobre a formação de professores é de extrema importância também para pensar sobre as deficiências que existe nesse processo, além de pensar sobre o reconhecimento do exercício desse oficio. Ser professor é se responsabilizar pela sua formação e a dos outros indivíduos, por isso ser professor não é apenas dar conta dos conteúdos.

De acordo com a Capes (Coordenação de aperfeiçoamento de pessoal de nível superior), hoje o Brasil conta com 20 339 professores de sociologia e dentre esse número apenas 12% deles são licenciados. Tais dados nos traz questionamento sobre a realidade que o país encara a licenciatura e como as instituições superiores têm tratado e discutido a formação de professores, assim como se ajustar a nova legislação. E pensar num contexto brasileiro onde a sociologia, assim como as ciências humanas tem sempre sido deixada em segundo plano.

Hoje os cursos de Ciências Sociais são divididos em bacharelado e licenciatura, que apresentam perspectivas diferentes de formação. De acordo com Anita, muitas das universidades “convivem com diferentes modelos de formação, algumas delas com dois coexistindo simultaneamente”.

O debate proposto é em torno da questão central “ser professor/ser pesquisador”. Assim sendo, a questão em torno dessa proposição é quanto fornecer os conteúdos necessários e ao mesmo tempo uma formação pedagógica para a formação do docente. Dessa forma, é necessário pensar na configuração atual dos cursos de ciências sociais e que há vários caminhos de formação diferente. “As várias mudanças curriculares do curso, ao longo da história, possibilitaram a formação especifica em Ciências Sociais com um fortalecimento do bacharelado em detrimento da licenciatura” (pg. 161).

Um dos pontos de discussão é quanto à separação do bacharelado e da licenciatura “O argumento principal é o de que essa separação acarretaria uma dicotomia entre pesquisa e ensino, precarizando a formação do professor, na medida em que a separação dos dois percursos expressaria uma valorização do bacharelado (pesquisador) em detrimento da licenciatura (professor). Um dos problemas disso é que “essa opção evidencia a dificuldade do conjunto dos professores em perceber as especificidades de cada perfil profissional e em considerar que, para ser um bom professor basta apenas ser um bom pesquisador” (pg.161) Mais uma vez desvalorizando a própria formação e papel do professor não só na academia, mas também na sociedade brasileira.

Portanto, deve-se superar essa dicotomia e elabora currículos que articulem “a dimensão teórica e prática”. Logo é necessário considerar como elemento fundamental a prática de ensino para às ciências da educação.  “Cabe salientar a existência de toda uma legislação que se refere às exigências quanto à atribuição da responsabilidade pela formação de docentes para a educação básica nos cursos de licenciatura plena, deslocando-os dos formatos ainda vigentes (complementação do bacharelado nas Faculdades de Educação) para os formatos operam com percursos próprios (bacharelado e licenciatura)” (pg.195).

Sendo assim, é importante vincular os cursos de Ciências Sociais com as faculdades de educação pensar numa proposta que estabeleça uma formação mais consistente para os professores de sociologia.

Fernanda Ferreira Grosso 107782

 

Bibliografia:

HANDFAS, Anita. 2009. Formação de professores de sociologia: reflexões sobre diferentes modelos formativos. In: HANDFAS, A. et al. (org.) A Sociologia vai à escola: história, ensino e docência. Rio de Janeiro: Quartet: FAPERJ, pp.187-96.

BARBOSA, M. V.; MENDONÇA, S. G. L. Formação de professores de sociologia: um estudo à luz da teoria histórico-cultural. Mediações, Londrina, V.12, N. 1, p. 159-176, JAN/JUN.2007.

Anúncios



    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: